Atendimento Online

LiveZilla Live Help
Brachiária Decumbens

sementes_brachiaria_decumbensNome comum: Brachiarinha

Nome científico: Brachiária Decumbens

Cultivar: Basilisk

Família: Gramínea

Ciclo vegetativo: Perene

Forma de crescimento: Decumbente

Altura: Até 1.00m

Resistência a seca: Alta

Resistência ao frio: Média

Fertilidade do solo: Baixa/Média

Preparo do solo: Destorroado e nivelado

Época do Plantio: Estação chuvosa

Adubação: Fosfatada no plantio, conforme análise do solo

Profundidade do plantio: 1,0 a 2,0 cm

Taxa de semeadura: 240 a 480 vc/ha

Produção de forragem: 10 a 12 ton. m.s./ha/ano

Proteína bruta na m.s.: 8% a 10%

Tempo de formação: 90 a 120 dias

Origem

Gramínea originada do Platô dos grandes lados de Uganda-África, introduzida no Brasil pelo antigo IPEAN atual EMBRAPA.

Características Agronômicas

A mais rústica das Brachiárias, Foi a primeira Brachiária a entrar no Brasil, adapta-se em todos os tipos de solo e regiões do Brasil. Tem alta produtividade em solos ácidos e de baixa fertilidade, ótima para solos de cerrado e muito produtiva em solos férteis. Possui elevada disseminação pela semeadura natural. Boa palatabilidade e digestibilidade, requer índice pluviométrico acima de 800mm anual. Possui boa resistência ao sombreamento, responde bem a adubação, não tolera áreas úmidas. Recupera-se bem depois do pastejo e após a queimada. É susceptível a cigarrinhas-das-pastagens e não deve ser estabelecida em regiões com histórico deste inseto. Tem bom crescimento no verão, mas tem sua produção afetada por baixas temperaturas e geadas. Esta gramínea permite boa proteção contra erosões do solo e por isso é recomendada para áreas de declive acentuado. Pode ser consorciada com Calopogônio, Guandu, Leucena e Estilosantes.

Utilização e Manejo

Esta variedade pode ser utilizada em pastejo direto, silação e fenação. O primeiro pastoreo deve ser feito cerca de 90 dias após a germinação das sementes, dependendo das condições climáticas da região. No pastejo contínuo a altura mínima é de 30cm. Esta espécie suporta pisoteio pesado e oferece boa produtividade aos bovinos em regime de cria e engorda. Não é recomendada para equinos, caprinos e ovinos.