Atendimento Online

LiveZilla Live Help
Brachiária Ruziziensis

sementes_brachiaria_ruziziensisNome comum: Ruziziensis

Nome científico: Brachiária ruziziensis

Cultivar: Brachiária ruziziensis

Família: Gramínea

Ciclo vegetativo: Perene

Forma de crescimento: Touceira

Altura: Até 1.50m

Resistência a seca: Média

Resistência ao frio: Baixa

Exigência em fertilidade do solo: Média

Preparo do solo: Destorroado e nivelado

Época do plantio: Estação chuvosa

Adubação: Fosfatada no plantio, conforme análise do solo

Profundidade do plantio: 1,0 a 2,0 cm

Taxa de semeadura: 240 a 480 vc/ha

Produção de forragem: 9 a 14 ton. m.s./ha/ano

Proteína bruta na m.s.: 12%a13%

Tempo de formação: 90 a 120 dias

Origem

Gramínea originaria do Zaire e Oeste do Kenya-África.

Características Agronômicas

A Brachiária Ruziziensis é uma espécie mais próxima da Brachiária Decumbens, se diferencia por ter porte maior. Experiências realizadas com a Ruziziensis em solos de baixa fertilidade mostraram que sua produtividade foi superior a da Decumbens, em massa verde, e a exigência de fósforo foi inferior. Esta cultivar pode produzir em média de 40 toneladas de massa verde ha./ano. Tem boa tolerância ao sombreamento, não tolera fogo, tem baixa resistência a umidade e a cigarrinha. Ótima palatabilidade e digestibilidade, requer índice pluviométrico acima de 900mm anual. Compete bem com plantas invasoras, forma uma densa pastagem em solos férteis. Não desenvolve em solos encharcados. Indicada para áreas montanhosas e ondulada, boa para conter erosão do solo. A produção e qualidade de forragem da Ruziziensis variam de acordo com a fertilidade do solo e umidade disponível.

Utilização e Indicação

A Brachiária Ruziziensis é indicada para bovinos de recria e engorda em pastejo direto. O primeiro pastoreio deve ser feito cerca de 90 dias após a germinação das sementes, com gado jovem. Tem boa qualidade de forragem, pode ser utilizada para fenação. No pastejo direto, retirar os animais com 30 a 40 cm de altura, para evitar a sua degradação. A Ruziziensis é pouca utilizada pelos pecuaristas, devido a sua baixa resistência às cigarrinhas e a baixa capacidade de rebrota, principalmente quando sobre pastejada. Entretanto, devido a grande capacidade de germinação de suas sementes, sobre semeadura, ou seja, plantio em área com outros cultivos ( área de soja) e sobre uma cobertura vegetal (palhada para plantio direto), as suas sementes tem sido recomendada para as áreas de plantio direto e em áreas de integração lavoura-pecuária. Muitos agricultores têm utilizado a Ruziziensis, em áreas de cultivo de soja, para cobertura vegetal no período de entressafra da cultura e como pasto no inverno. O plantio aéreo tem sido usado com bons resultados. Esta forrageira proporciona excelente cobertura do solo.